Pix poderá ser aceito por e-commerce fora do Brasil
image

Pix poderá ser aceito por e-commerce fora do Brasil

Pouco mais de um ano depois de entrar em operação, o Pix brasileiro começa a ganhar ares de internacional. Uma nova solução permite que empresas com sede fora do Brasil, como Amazon, Shopee e Alibaba, possam receber pagamentos por meio de suas filiais brasileiras. A Shopee já aceita o Pix, mas apenas para os fornecedores brasileiros que atuam no site. Agora, a operação poderá ser adotada pelos estrangeiros, se eles assim o quiserem. “É um novo sistema que garante liquidez para que essas empresas que vendem para os brasileiros recebam o dinheiro pelo Pix”, diz Orli Machado, CEO da C&M Software, uma empresa de soluções financeiras que operacionaliza o processo do Triple Pix e que já iniciou as conversas com as empresas estrangeiras. O grande foco das negociações, segundo o executivo, é mesmo com o mercado asiático, que tem tirado o sono das varejistas brasileiras, como Magazine Luiza, Americanas e Casas Bahia.

 

Fonte: Revista Veja